sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Polícia Civil prende quadrilha que traficava e matava a comando de presidiários


Uma operação da Polícia Civil da Bahia através da 1ª Coordenadoria de Polícia Civil de Feira de Santana, da Delegacia de Tóxicos Entorpecentes (DTE), com apoio do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) de Salvador, sob o comando respectivamente do Coordenador Ricardo Brito; Delegado Matheus Souza e o coordenador Fábio Lordello. Prenderam na noite de terça-feira (16), nove integrantes de uma quadrilha perigosa de traficantes e homicidas que agiam em Feira de Santana e também em outras cidades.



Os criminosos foram identificados como:  Wanderson Souza Machado, conhecido como “Ua”, o irmão Alexandre Souza Machado; Ubiratania Araújo da Silva; Lucas Silva de Almeida; Edjane da Silva Farias; Moises Brasileiro de Jesus; Giovane de Jesus Lobo, o “Boquinha”; Newullian Silva de Souza, o Ney e Luiz Alberto de Brito Euclides, o Beto.  Eles foram presos quando tentavam viajar numa van para Região Metropolitana de Salvador, onde se escondiam e tramava os crimes em uma residência na Costa do Sauipe.
Ua


Com a quadrilha, os policiais encontraram dois revolveres calibres 38 e um 357 (Magno); uma pistola ponto 40 da Polícia Civil da Bahia, provavelmente tomada de assalto na mão de policial, além de um tablete e meio de maconha prensada, várias pedras de crack prontas para vendas, centenas de bucha de maconha e várias munições de diversos calibres principalmente de pistolas.
Alex irmão Ua


O coordenador Ricardo Brito afirmou que a quadrilha traficava drogas e vinha praticando vários homicídios em toda a cidade de Feira de Santana e em outros municípios. Os integrantes recebiam ordem de detentos do Conjunto Penal de Feira de Santana constantemente.
Adicionar legenda

“Eles recebiam ordem de dois chefões das facções, onde os dois encontram-se presos, mas comanda o tráfico e ordem para matar e outros tipos crimes de dentro do presídio. Sendo que, Ua chefia a quadrilha do lado de fora, ou seja, o chefão comanda de dentro do presídio e Ua, ordena a matança, o tráfico e outros crimes aqui fora”.


Ainda de acordo com a polícia, os criminosos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma, associação ao trafico, sendo que no caso de Ua, além desses crimes, ele responderá por homicídios triplamente qualificados. Alex irmão de Ua foi preso na tarde desta quarta-feira no Terminal Rodoviário quando tentava viajar para Itabuna com um revolver 357.

Decapitação

Ricardo Brito abordou ainda que a quadrilha é responsável pelo sequestro e decapitação do traficante identificado como Teinha. “A cabeça dessa vitima foi colocada na porta de uma residência no Vila Verde, no mês passado e que o principal autor desse crime foi Ua. Além desse crime, a quadrilha também é acusada de filmar a morte de um jovem e colocar em rede social. Esse crime aconteceu na localidade da Cabrita no mês de Abril deste ano. O duplo homicídio que vitimou um casal no interior de um veiculo na avenida Canal. O homicídio que vitimou o ex-segurança do melo Matos, crime ocorrido no Feira IV. Além de outros crimes”.

Confesso

Na delegacia, Ua alegou que não participou da morte de Teinha, mas confirmou a participação em outras mortes como a do jovem que foi filmado por eles no momento que os matavam. Ele também confessou que a apreensão de 50 Kg de maconha ocorrido na semana passada, lhe pertence.

Apreensão de Drogas

Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Feira de Santana, sob o comando do delegado Matheus Souza apreenderam na tarde de ontem (4), cerca de 80 quilos de drogas durante duas operações realizadas na Expansão do conjunto Feira IX. A primeira apreensão foi feita na Travessa José Raimundo, onde traficantes trocaram tiros com os policiais. Os bandidos conseguiram fugir e ninguém ficou ferido. Os policiais apreenderam aproximadamente 50 kg de maconha, além de maconha prensada, armas, munição, cocaína, crack e uma algema.

Cabeça Encontrada

Moradores da localidade conhecida como Vila Verde, no Conjunto Feira X encontraram a cabeça de um jovem dentro de um saco plástico, na frente de uma residência, na Rua C17, do Vila Verde, no inicio desta manhã (23), por volta das 8 horas. A vitima foi identificada por familiares como Marcelo Roberto Pinho, conhecido como “Teinha”, que residia na rua Augusto dos Anjos na Rua Nova.

Morte Filmada

Moradores do bairro Viveiros encontraram na manhã desta quarta-feira (23), um corpo de um homem aparentando ter idade mínima entre 20 a 25 anos, trajava bermuda jeans e com tatuagens no antebraço direito com o nome “Letícia” e na cintura “Jodilma”. O corpo estava na localidade conhecida como Cabrita, próxima às margens do rio Jacuípe, no Conjunto Viveiros.

O corpo estava preso com algemas de ferro nas mãos e tornozelos e apresentava perfurações de disparo de arma de fogo no olho esquerdo e na nuca. Além das perfurações, os ombros e o abdômen da vítima estavam com cortes profundos e a camisa enrolada no pescoço. 


Operação Gárgula desarticula quadrilha de traficantes e homicidas em Cachoeira

Mais seis integrantes de uma quadrilha de traficantes e homicidas que atuavam na região de Cachoeira foram presos, na terça-feira (16), como desdobramento da Operação Gárgula, do Departamento de Narcóticos (Denarc), cujo objetivo é combater o tráfico naquele município do Recôncavo. Os policiais apreenderam drogas, espingardas, munições e celulares com os criminosos, numa localidade conhecida como Ladeira da Cadeia. 

Equipes do Departamento de Polícia do Interior (Depin), da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública (SSP) apoiaram a operação do Denarc, em Cachoeira, onde tinham sido presos, anteriormente, o líder da quadrilha, Jorge Cardoso dos Santos, e outros 13 comparsas.
Na ação desta terça-feira (6), foram presos Marta Menezes Falcão, Henrique Falcão de Carvalho, José Santos Soares Cardoso, o “Pio”, Tiago Florêncio Oliveira, o “Grife”, Egnaldo de Assis Pereira, o “Naldo Motoboy”, e Carlos Alberto Fraga Lobo, o “Cacai”. Autuados por tráfico, associação para o tráfico e porte ilegal de arma, eles já seguiram para o sistema prisional. Uma adolescente que estava em companhia do grupo foi apreendida.

Segundo o delegado André Viana, diretor do Denarc, as investigações sobre a quadrilha de Jorge Cardoso começaram em maio deste ano.  Desde a deflagração da Operação Gárgula já foram apreendidos 53 pedras de crack, 39 papelotes de cocaína e mais uma porção da mesma droga, 13 “trouxinhas” de maconha, três rifles calibres 22, 38 e 44, um espingarda de retrocarga e outras duas de calibres 12 e 28, um revólver calibre 38, 106 munições de diversos calibres, 13 aparelhos celulares e oito pen drives.

Além dos seis traficantes capturados na terça-feira,  e do líder do bando, já estão presos Mailson Soares Brandão, Anna Bárbara de Jesus Alves, Eriziane Chirlene Santos Lira Lima, Emerson dos Santos Lyra, Luiz Alberto de Jesus Lima, Adelson Santos Costa, o “Gordo”, Ana Paula Correia da Silva, Romário de Aguiar Sá Barreto, o “Vô”, Eduardo da Conceição Santos, o “Edu”, Genivaldo Silva da Cruz, Genilson Silva da Cruz, Nivan Barbosa dos Santos, Thiago Souza da Silva, Ramon Santos Costa.


Policiais do GETO 65 prende homem com carro roubado


Policiais da Guarnição de Emprego em Táticas Operacionais (GETO) da 65[ Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), sob o comando do Cabo Costa, com apoio dos soldados Ferreira, Denilson e Gelton prenderam no final da manhã desta quarta-feira (17), Jenison Ferreira Santos, 21 anos. Ele foi flagrado com um veiculo HB 20 de cor vermelha tomado de assalto no município de Camaçari na manhã do mesmo dia.

Segundo a polícia, moradores do bairro ligaram para a central informando que um veiculo suspeito teria sido abandonado na rua Porto Seguro no bairro Jardim Cruzeiro. A guarnição foi ao local e verificou que o carro teria sido tomado de assalto em Camaçari. Os policiais acionaram o Guincho.


Mas, os militares resolveram se esconder e armou uma campana enquanto o guincho chegava, minutos depois, Jenison se aproximou do veiculo abriu e colocou um plástico para proteger da chuva, quando os policiais se aproximaram, o acusado tentou fugir, mas foi preso em uma residência do bairro. Após ser interrogado pelos militares, o acusado frisou que recebeu uma ordem de um presidiário identificado como Jhon Boca Torta.

Depois Jenison levou os policiais até sua residência no Alto do papagaio onde a chave do veiculo estava. Ele contou ainda que o presidiário informou que um elemento morador do bairro mangabeira iria pegar o carro em sua mão.

Jenison foi conduzido para Central de Flagrante do Complexo de Delegacias do Sobradinho e autuado por receptação de veiculo roubado.



Vereador é assassinado com vários tiros de pistola

O vereador Raimundo Macário, da cidade de Novo Triunfo, foi morto a tiros por volta das 15h desta segunda-feira (15), no povoado de Lagoa do Barro, que fica a cerca de 5 quilômetros de Novo Triunfo.

Segundo informações da Polícia Civil, o vereador foi com outro homem buscar dois cavalos em Lagoa do Barro e, quando estava colocando os animais na carroceria de um veículo, um carro de passeio parou ao lado dele e os homens que estavam dentro do automóvel efetuaram vários disparos. O homem que acompanhava o vereador não ficou ferido, entretanto uma pessoa que passava pelo local foi atingida de raspão por uma bala perdida.

A polícia acrescenta que o carro utilizado pelo grupo que cometeu o crime foi queimado em um povoado da cidade de Jeremoabo, que fica a cerca de 55 quilometros de Novo Triunfo. Ainda segundo informações da Polícia Civil, existe a suspeita de que o crime tenha motivações políticas. O caso está sendo investigado pela delegacia de Novo Triunfo.

O corpo do vereador foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica do município de Paulo Afonso.

FONTE: G1 BA

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Corpo do jovem degolado ainda não foi encontrado


O corpo do jovem, Marcelo Roberto Pinho, identificado por familiares, que foi degolado na madrugada do último sábado (22), onde  a cabeça foi encontrada num saco plástico, no Vila Verde, Conjunto Feira X, até o fechamento desta edição não foi encontrado. Na manhã de sábado, familiares da vitima, contaram que receberam um telefonema com numero restrito, informando que a cabeça estava no Vila Verde, o tronco e as pernas em Coração de Maria e os braços em uma localidade de Feira de Santana. Mas até o fechamento desta edição, as outras partes do corpo do jovem não foi encontrado.  

O FATO

Moradores da localidade conhecida como Vila Verde, no Conjunto Feira X encontraram a cabeça de um jovem dentro de um saco plástico, na frente de uma residência, na Rua C17, do Vila Verde, no inicio da manhã de sábado (23), por volta das 8 horas. A vitima foi identificada por familiares como Marcelo Roberto Pinho, que residia na rua Augusto dos Anjos na Rua Nova.

Policiais da Guarnição Giro, da 67ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), foram acionados e deslocaram até o local. Segundo informações do sargento PM Joselito, a esposa de Marcelo contou à polícia que ele saiu por volta das 11h da manhã de sábado para o trabalho, em uma borracharia no bairro Rua Nova, quando foi sequestrado por quatro homens que estavam a bordos de um veiculo Gol de cor preta, Geração 5, de placa NXO-7987. O carro não foi encontrado.

O sargento contou ainda que, a esposa da vítima recebeu um telefonema com número restrito por volta das 9h deste domingo avisando sobre o esquartejamento. Na ligação um desconhecido informou o local onde a cabeça estava (Vila Verde) e que o tronco e as pernas estão na cidade de Coração de Maria. Ele também informou que os braços estão em Feira de Santana, mas não descreveu o local.

Policiais plantonistas da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) compareceram ao local onde a cabeça foi encontrada e realizaram o levantamento dos restos mortais e encaminharam para o DPT. Onde aguardará as outras partes do corpo a serem encontradas para fazer a pericia e descobrir se realmente era o jovem identificado como Marcelo.
Tráfico de Drogas

Um policial militar que estava no local do crime, informou para reportagem do Polícia é Viola, que provavelmente esse crime tem envolvimento com o tráfico de drogas, devido o modo operante da morte. “A região de onde a cabeça foi encontrada, reside familiares de um traficante que comando o tráfico de drogas da localidade do Vila Verde. Então, a vitima residia e trabalhava no bairro Rua Nova, do outro lado da cidade. Da o que entender, que uma facção criminosa está confrontando a outra”, finalizou um policial que não quis ser identificado.